vontade de saudade   
      


Que vontade de descansar.
Vontade de bóia.

De sol. De brisa.

Vontade daquelas músicas que só eu gosto.
Aquelas que só eu escuto repetidamente.

Vontade de cheiro de chuva.
De pisar naquele chão frio, esquisito e vermelho.

Que vontade de jambo. Que saudade dele.
Daquela casa, daquela rua, daquela cidade.

Do pãozinho quente, no papel cinza com cordinha.

Vontade de algum entardecer.

Que saudade do descansar.

Cada golinho de água, sentindo cada gota.

Vontade de rima. Do bagre e da menina.

Que saudade dele. Vontade de tudo.

Sorvete de biscoito.

SP 27/12/99
Jean Boëchat.




| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]