segue norteña  
      

.:.
na lenta eu me afasto.
não posso nem olhar.
não dá pra imaginar: nada.
nem pensar.
naquela vem a voz: podia morrer.
agora mesmo, assim, sem perdão.
mas não dá.
na lenta eu me afasto.
não posso nem viver.
por um centésimo, eu sinto, eu vivo, eu morro, de novo.
mas não dá.
nem agora e nem nunca.
melhor não seguir.
pra sempre.
já.

SP 26/10/08
Jean Boëchat


| anterior | Índice |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]