noite que não vem mais  
      

tarde. noite que não vem mais.
parece tudo tão fácil.
fora da realidade, no paralelo
em dever nada a ninguém
sem preocupação.

tarde. noite que não precisa vir.
parece tudo tão easy.
fora do mundo, no paralelo
sem prender nada a ninguém
sem preocupação

só importa o vento nas folhas naquela árvore
os velhos que passam
a conversa da qual não participo,
mas estou lá.

importa se você quer companhia.
se você quer ver o tempo passar.

se existe um mundo igual ao seu.
longe em 5 horas. um sonho.

se existe um sonho igual ao meu.
perto em 5 horas. um mundo.

tarde.
noite que nunca mais vem.
chegou.

Paris 25/06/08
Jean Boëchat


| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]