antes durante depois  
      

a pele sóbria
para lembrar de tudo

de pequenos

.: de-ta-lhes :.

a mente certa
para esquecer de tudo

de estranhos

.: mur-mú-rios :.

a carne morta
para interpretar nada

nos serenos

.: de-se-jos :.

a cama nua
para despertar nada

nas entranhas

.: la-mú-rias :.

não precisa,
mas me gusta.

antes, durante e depois.

SP 23/09/08
Jean Boëchat


| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]