desalento nº2   
      

vai
pode anunciar
pode contar pra todo mundo

tão frágil que sou
tão fraco que fui
que não pude controlar

meu coração de engenho
bateu sem parar

vai
pode contar
pode dizer pra todo lado

tão tolo que sou
tão tonto que fui
que não pude compreender

teu coração de inverno
pronto pra me congelar

vai
sim, pode dizer
vai
pode falar

eu bebi, chorei, cansei, morri
tão frágil, fraco, tolo, tonto
rodei

e não pude evitar
meu coração de repente
parou de cantar

SP 20/12/01
Jean Boëchat


| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]