cartunes IV, amor medicinal   
      

"- Doutor, quando eu vejo aquela menina, meu coração faz:

VRRRUUUUUUMMMM TUM TUM TUM

"- Non! Sua corazón faz:

BRRRRRRRRRRIIII POP POP POP

"– Não, Doutor! Faz:

VRRRUUUUUUMMMM TUM TUM TUM

"- Non! Ela faz assim:

BRRRRRRRRRRIIII POP POP POP

---


E os passarinhos diziam:

"- Eu acho que ele é louco."

"- Ele é louco mesmo."


SP 20/09/01
Jean Boëchat


| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]