ascensão   
      

Quis morrer: morri
Pulei lá do alto
Não levantei as mãos
Reagi

Quis morrer: morri
Parei no meio da avenida
Saltei sem paraquedas
Arranjei confusão com a torcida organizada

Quis morrer: morri
Bala na cabeça
Faca no pescoço
Um amor antigo por mim mesmo, mal resolvido.

Quis morrer: morri
Bomba no corpo
Corte no peito
Uma fuga mal planejada

No terceiro dia, ressuscito mais uma vez.
Elevo a alma, sou maior do que nunca e sigo cantando.
O resto é passado.



SP 20/05/02
Jean Boëchat


| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]