minisong   
      

encontro você de novo
num sonho perdido na noite
daqueles que fazem a gente suar
e nem querer acordar

alice na escada
um gato gordo a me fitar
cavaleiros prateados
e um abismo pra pular

pra que tudo
se o que faço é te perder
pra que tudo
se o que faço é te perder

encontro você de novo
numa rua qualquer da cidade
daquelas que fazem a gente se perder
num caminho pra voltar

crianças na calçada
um velho sábio a me contar
carros em alta velocidade
e arranha-céus a me saudar

pra que tudo
se o que faço é te perder
pra que tudo
se o que faço é te perder

encontro você de novo
numa guerra em bagdá
daquelas que fazem o mundo chorar
mas insiste em noticiar

desejos na estrada
uma estrela brilha no olhar
soldados envergonhados
e um futuro a assombrar

pra que tudo
se o que faço é te perder
pra que tudo
se o que faço é te perder

SP 20/04/03
Jean Boëchat


| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]