feito nada   
      

não fizemos nada
são só seus olhos
são as minhas mãos

não fizemos nada
são só meus olhos
são as suas mãos

não fizemos nada
são só as bocas
só assim, tão tolas

não fizemos nada
são só saudades
um riso nervoso que arrancamos de dentro
ou um choro estranho: feito nada

SP 20/02/02
Jean Boëchat


| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]