faminto   
      

tenho fome
de temas
de carnes
de sonhos

daquilo que eu ainda não provei
mas já gostei

tenho fome
dos cabelos
dos gozos
dos cheiros

daquilo que eu ainda não sei
mas já apreendi

tenho fome
da vida
dos sorrisos
das belezas

daquilo que eu ainda não vi
mas já gravei

tenho fome
dos passos
dos olhos
dos abraços

daquilo que eu ainda não tive
e não quero perder.

SP 18/09/01
Jean Boëchat


| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]