fuga de mulher   
      

quero sair daqui
te encontrar em qualquer lugar, qualquer tempo

quero sair daqui
caminhar nos campos de girassóis, ser flor

quero sair daqui
perder a vez, perder a cabeça, de vez

quero sair daqui
soltar a voz, balançar as pernas, voar

quero sair daqui
procurar seus segredos, desvendar meus mistérios

quero sair daqui
o que me der na veneta, fazer

quero sair daqui
pra amor de primavera, danças perdidas no gelo

quero sair daqui
e sei que você consegue também

ser tudo,
ver tudo,
ter tudo,
o que se precisa pra sorrir assim, rosa

SP 18/09/01
Jean Boëchat


| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]