apenas o que eu queria   
      

é dividir
gotas de chuva
bocados de sol

apenas

é dividir
ventos ruidosos
e tão pouco tempo

quando o que eu queria era acordar

é existir
duplas de arena
passos de mel

apenas

é existir
carinho de mão
e tão pouco tempo

quando o que eu queria era dormir

é imprimir
gostos de fruta
noites de hotel

apenas

é imprimir
letras gritantes
e tão pouco tempo

quando o que eu queria era amar baixinho
para não assustar os passarinhos.



SP 17/03/05
Jean Boëchat


| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]