that's amore   
      


Tem tanto dia que te quero tudo
te falar fartar sucumbir imprimir.
Ter direito, ter torto e de viés,
te entupir cobrir, esperar e te apertar.

Tamanho o meu desejo, esta tua.

É ver dançando na cozinha. Moletom.
É ver o cachorro lambendo a ponta do dedo. Futebol.

É dar voltas, voltas, voltas pra depois deitar.
É instinto.

Tal desejo, de rede, sonho e nós.
Veloz, mais preso ou os dois, a sós.

Tem tanto tempo que te quero queijo
te entortar matar, morder e espremer .
Ter saudade, ter bocejo, brio e dor nos pés,
te vender doar, ceder e te amar.

Tamanho é o meu beijo, boca tua.

SP 15/01/01
Jean Boëchat




| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]