escombros   
      

por entre cacos
espelhos e luz
manco

desce um pé
e anda

passa

estátuas e braços
cada uma e suas sombras

noite vira dia
dia vira noite

varrendo

sobe um pé
e anda

zigue e zague

por entre cacos
espelhos e luz
pranto

SP 13/11/01
Jean Boëchat


| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]