quartos de inocência   
      

Anos 80. Botafogo.
No meio dos seus 13 ou 14 anos.
Flor de idade. Tempo de mudar de brinquedos.
Era menino.

Janela com janela.
Um dia, de repente, uma novidade.

Do outro lado, uma abertura, fresta.
Nunca prestara atenção.
Nunca olhara direito.

Anos 80. Botafogo.
Flor de idade. Tempos de sair do quarto, ganhar mundo.

De repente, uma fresta.
Do outro lado, ela, menina, mulher.

Cabelos molhados, toalha que cai, espelho.

Olhos arregalados, queixo que cai, bedelho.

Um corpo nu.
Ela.
Um corpo lindo nu.

Ele, menino, no rosto: sorriso de medo.
Gostinho de pecado.

Mãos que passeam,
travessuras, delícias, creme.

Ela, menina, ali. Só.
Como se aquela janela não estivesse aberta,
como se não houvessem dois olhos a saborear.

Mãos que passeam,
aventuras, descobertas, gemem.

Nele, um cheiro de não acreditar.
Momento único.

Quando do momento pleno, quando da respiração trêmula,
um corpo vivo, um sonho quente.

Pausa.

Quase um grito a amolecer.

Ela toda, mulher, entregue.
Ele morto, não mais menino. Homem.
Tudo agora seria diferente.

Mas como nada poderia ser perfeito,
um grito de um irmão entrega o espectador.
Por um pedacinho de segundo, trocam-se olhares assustados.
Ela, recompondo-se, quase tonta, fecha a desesperada cortina.
Ele, desconcertado, todo em culpa, desliza do campo de visão.

Não há mais inocência nestes quartos.

...


Segue a vida. Ficam os sonhos.

Outro ano, outro tempo.
Um circular qualquer. Para variar, dia quente e cheio de gente.

Ela sentada, livros e bolsas, cansaço.
Ele em pé, sem camisa, com amigos e um olhar perdido.

Hora de descer. Ela na frente, mesmo ponto, ele atrás.

Caminho de casa.

Na entrada do prédio, ela se vira e solta um "– oi vizinho, tudo bem?",
acompanhado de um sorriso maroto.

Ele, desatento, reconhece, lembra e gagueija um "- si-si-sim" quase mudo.

Ela some na portaria.

Mais tarde, no quarto, a janela se abre outra vez, com convicção.

SP 10/12/01
Jean Boëchat


| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]