temente   
      

O medo.
O medo de mergulhar.
O medo de nascer. O medo de morrer.

O medo.

O medo de aprender.
Do primeiro dia de aula, mesmo que a turma seja sempre a mesma.

O medo do novo. O medo do ovo.

O medo da culpa. O medo da solidão.
O medo da multidão.

O medo do primeiro beijo.
O medo da primeira foda.
O medo que vem a seguir: de cada beijo e de cada foda.

O medo de ter medo.
O medo da coragem.

O medo de voar.

O medo.

O medo de te ver de novo.
O medo de não mais te ver.

O medo de crescer, ser velho.
O medo de viver, ser tolo.

O medo da prisão e da liberdade.
O medo da paixão e da saudade.

O medo.

O medo da tristeza, da maldade.
O medo do esquisito, da felicidade.

O medo do diferente. Sempre.

O medo de deixar de ser anjo.
O medo de ser homem.

Eu tenho o medo. Os medos.

SP 10/04/01
Jean Boëchat




| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]