otimismo sincero   
      

assim
não existe medida
não existe certeza
não existe sim

tristeza, não
felicidade, sim

é estar apaixonado pela vida
é brilhar como estrelas
é chorar como a chuva que cai na cabeça

olha para as nuvens, doce criança!
veja o suave dançar.

é assim, sim
não existe ilusão
não existe fantasia
não existe não

são realidades.
duras, frias, cortantes

não é fechar os olhos
não é esquecer o mundo
não é simplesmente se distanciar

olha pros seus olhos, doce criança!
veja o brilho da infância.

é assim, sempre
existem as pessoas.
e enquanto elas existirem como pessoas: vivo.

SP 04/07/01
Jean Boëchat


| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]