como fez deus?   
      

te fez estranho

como a lagoa de prata

o irmão abandonado

a cara fechada

o vento forte


te fez estranho

como maresia

o dia abafado

as conveniências

a calma serena


te fez estranho

como os trapezistas

aquele que balança

aquele que estremece

aquele que chora no escuro



te fez estranho, fez outubro

SP 02/10/01
Jean Boëchat


| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]