12   
      

menino pega seu foguete
vai até plutão
lá é meio frio e distante, mas tudo bem

menina pula amarelinha
chega logo lá no céu
esquenta coração, como um pingo de sol

pronto pra viver

cachorro cinza corre doido
atrás do próprio rabo
como assim tudo é tão simples? tudo bem

um gato pardo
a noite escura
os olhos brilham, miúdos, com a prata da lua

pronto pra viver

dou três voltas no cadarço
do meu velho amigo tênis
volto uns anos na lembrança,
tudo bem

passa anel, casa, separa
pisca ao moço, sorri,
esquenta coração, como um pingo de sol

pronto pra viver

avó frita alguns bolinhos
para agradar todos netinhos
dá trabalho, é canseira, mas tudo bem

professora escreve um verbo
para todos conjugar: amar.

isso esquenta coração, como um gosto de mel

pronto pra viver

aos 12, seguirá, pronto pra viver.

SP 02/06/04
Jean Boëchat


| anterior | Índice | próxima |


©Mariana Newlands e Jean Boëchat [ Todos os direitos reservados ]